Diademais

Tesla Model 3 mais barato de 2018

Com preço sugerido de US$ 35.000, o pacote básico é o mais atrativo pelo preço, pois com os US$ 10.000 dos bônus federal e estadual, os clientes da Califórnia teriam o Model 3 por módicos US$ 25.000, um preço realmente muito competitivo. Porém, o foco é lucrar mais no início para compensar o investimento, então até o momento, cerca de 10 mil exemplares do modelo foram entregues, mas todos da versão completa, que custa em média US$ 50.000.

Como todo lançamento, o foco do mix são as versões mais caras, que garantem maior rentabilidade. O lema vale para todas as marcas, inclusive a Tesla. Quando da apresentação do Model 3, Elon Musk prometera que a versão mais em conta do sedã elétrico não tardaria e “meados de 2018” seria a época de sua chegada, mas agora já se fala no final do ano.

Além disso, a Tesla prometeu ainda que a versão AWD, que terá dois motores elétricos, seria lançada em 2018. Por ora, não se sabe se de fato essa opção estará disponível ainda esse ano. Para quem está na fila pela versão básica, o tempo corre contra. A marca americana está perto de completar 200.000 carros elétricos vendidos no mercado dos EUA e isso significa que o bônus federal de US$ 7.500 será gradativamente retirado após esse volume, o que significa que os clientes que reservaram a versão de acesso para obter US$ 25.000 de preço na Califórnia, podem acabar tendo que pagar mais por isso.

A Tesla anunciou o Model 3 no ano passado, um carro elétrico vendido a um preço mais acessível. As primeiras 30 unidades foram entregues aos funcionários da empresa em um evento neste final de semana, quando Elon Musk revelou todos os detalhes do veículo.

O Model 3 possui um interior minimalista, e uma touchscreen de 15 polegadas serve como painel do carro. Ele tem navegação embutida, conexão Wi-Fi e 4G, e controle por voz. O console dianteiro tem duas portas USB.

O carro não tem chaves tradicionais: ele se conecta ao seu smartphone através de Bluetooth Low Energy, e usa o aplicativo da Tesla para obter sua identidade, destrancar o veículo e saber quando você está pronto para ligá-lo e desligá-lo. (A Volvo vem testando este recurso há algum tempo em seus próprios veículos.)

E se a bateria acabar, ou se você quiser emprestar o carro para outra pessoa? Neste caso, basta usar um cartão de plástico vermelho com NFC que acompanha o veículo: ele também destranca a porta e ativa o motor.